ACEITA UM CHÁZINHO?
CLICA NA JAPONZINHA

Parabéns Criciúma!!!pelos 131 anos ,minha cidade querida....


Características

Maior produtor nacional e segundo maior produtor mundial de pisos e azulejos, Criciúma é rica em cultura e recursos naturais. É também o terceiro maior pólo nacional na produção de jeans e o maior pólo estadual do setor de confecções.

Data de fundação - 06 de janeiro de 1880.
Principais atividades econômicas - O carro-chefe da economia de Criciúma é o setor cerâmico, mas também é forte a indústria da moda e vestuário, de plásticos descartáveis, de tintas e de vernizes
Colonização - Italiana, alemã, polonesa, portuguesa e africana.
Principais etnias - Italiana, alemã, polonesa, portuguesa e africana.
Localização - Extremo sul, a 200km de Florianópolis
Clima - Temperado, com temperatura média entre 15ºC e 30ºC.
Altitude - 46m acima do nível do mar.
Cidades próximas - Araranguá, Içara, Morro da Fumaça, Urussanga, Siderópolis, Nova Veneza.
população 2010-2010 - 192.236

História

A fundação de Criciúma deu-se no ciclo da imigração européia do século XIX, com a chegada das primeiras famílias de imigrantes - 139 pessoas, procedentes das regiões de Veneza e Treviso, na Itália. Esses imigrantes desbravaram a região, enfrentando toda sorte de dificuldades. Construíram casas, estradas e escolas e tiveram a agricultura como principal atividade econômica. A partir de 1890 chegam as primeiras famílias de poloneses, seguidas de imigrantes alemães e dos descendentes de portugueses vindos da região de Laguna
Turismo

Criciúma é conhecida por ser a Capital Brasileira do Carvão e do Revestimento Cerâmico. No seu subsolo abriga uma das maiores reservas minerais do País. A Mina Modelo Caetano Sonego, única mina de carvão aberta à visitação pública no Brasil, permite uma visão da evolução histórica da riqueza extrativa da cidade. Em seu interior há uma capela, um museu e um bar. Colonizada por italianos, a cidade recebeu também poloneses, alemães, negros, portugueses e árabes em diversas fases do seu desenvolvimento. A Quermesse da Tradição e Cultura, uma grande festa étnica que acontece no mês de setembro e leva milhares de visitantes à cidade, é uma homenagem a esses imigrantes.

Pontos Turísticos - Visite as Igrejas de São José, de Nossa Senhora da Salete - com passagens da Via Sacra, pintados em óleo sobre tela pelo artista Willy Zumblick - e de São Paulo Apóstolo, que expõe uma cruz de cerâmica, de 6m x 3,70m, de autoria da artista Jussara Guimarães. Conheça também a Gruta Nossa Senhora de Lourdes.

Cultura - Visite o Museu de Colonização Augusto Casagrande, um antigo sobrado com a típica arquitetura do interior da Itália do século XIX, e o Memorial da Cidade, que homenageia as cinco etnias formadoras do povo criciumense e em cujo subsolo fica o Museu da Cidade. Não deixe de conhecer o Monumento aos Mortos e Desaparecidos Políticos e, no sábado pela manhã, na Praça Nereu Ramos, vá ao Bric do Calçadão, onde artistas e artesãos expõem e comercializam suas peças.

Infra-estrutura turística - O Teatro Municipal Elias Angeloni é a única sala de espetáculos do sul do Estado, onde têm lugar peças de teatro, apresentações musicais, balé, palestras, seminários e encontros. Outro ponto destacado é o Espaço Cultural Jorge Zanatta, no prédio do Conselho Nacional do Petróleo, com Galeria de Arte e Pinacoteca. A rede hoteleira é a melhor da região e existem diversos restaurantes de nível internacional, principalmente italianos.

Destaque

A Quermesse de Tradição e Cultura, no mês de setembro, é a festa mais tradicional de Criciúma. Revive os hábitos e costumes dos imigrantes italianos, poloneses, africanos, alemães e portugueses, que colonizaram a cidade. Destaque também para o Festival Internacional de Coros.



2 comentários:

  1. Olá amiga do meu coração:)
    Vim com muito carinho te visitar
    e te oferecer o Selo
    Esse Blog merece"Flores"
    Espero que goste:)
    Uma excelente noite para você
    beijoss fica com Deus!

    ResponderExcluir
  2. Agora já sei onde moram!
    Já percebo porque me sentia aflita pois ficam relativamente perto de Florianópolis que eu conheci e adorei ,tenho muita pena o que lá aconteceu
    Bjs
    Graça

    ResponderExcluir